Sem tempo para estudar guitarra? Três dicas pra você!

By Alex Martinho | Aulas de Guitarra

mar 15

 

Uma das lamentações mais constantes que ouço de meus alunos é sobre falta de tempo para estudar.

É fato que algumas pessoas, devido a trabalho e outras obrigações, têm grande dificuldade de achar tempo livre. Já para outras é mais uma questão de otimizar o tempo disponível e cortar distrações supérfluas como redes sociais e tv.

Eu já trouxe em vídeos anteriores várias sugestões para você se organizar melhor e otimizar seu tempo. Mas e se mesmo com isso tudo o tempo continua não surgindo?

Eu vou trazer nesse artigo três possibilidades de horários alternativos de estudo para você testar. As duas primeiras eu aprendi com alunos meus (sim, eu aprendo muito com os meus alunos!), e a terceira é uma maneira que eu mesmo uso.

Assim que eu retornei para o Brasil, após minha formatura no Musicians Institute, comecei a dar aulas particulares. Isso foi no final de 1992. Um dos primeiros alunos que tive foi um menino super técnico, que tinha uma palhetada incrivelmente rápida e precisa. Ele já chegou para ter aulas comigo tocando muito bem, mas precisando aprimorar a parte melódica e teórica.

E vem dele a primeira sugestão de hoje!

Ele normalmente teria que acordar às 7h da manhã para se arrumar antes de ir para a escola, mas colocava o despertador para despertar as 6h e com isso tinha uma hora inteira para estudar assim que acordava!

É óbvio que isso implica em uma força de vontade sobrenatural – poucas pessoas abdicariam de uma hora a mais de sono em troca de qualquer tipo de estudo.

Mas esse sacrifício estava trazendo frutos evidentes para ele: mesmo eu, que havia acabado de retornar de uma das maiores escolas do mundo, e tendo tido contato com guitarristas hiper técnicos do mundo inteiro, fiquei impressionado com o nível o qual esse aluno se encontrava.

Vamos agora para a sugestão número 2.

Eu tinha outro aluno que saia muito cedo de casa para trabalhar, fazia faculdade à noite e só retornava para casa muito tarde. A solução que ele encontrou para estudar foi deixar uma guitarra no local de trabalho dele, e todos os dias, em sua hora de almoço, fazia a refeição o mais rápido que podia e assim tinha no mínimo meia hora para estudar com o instrumento em um canto reservado que ele arrumou por lá.

Que força de vontade, não é mesmo? Exemplar a ponto de eu nunca mais ter esquecido dessa história, mesmo depois de décadas. E ele evoluía continuamente, devagar e sempre ao longo de cada mês de aulas.

Vamos agora à dica número 3, algo que eu mesmo fazia.

No meu caso particular, uma coisa que sempre funcionou muito bem foi me organizar para estudar a noite, quando normalmente o telefone toca menos e você não tem as tarefas normais do dia-a-dia para te interromper.

Eu ia até de madrugada sempre que podia.

Há toda uma paz nesse horário que sempre me favoreceu, inclusive no aspecto da criatividade e composição – esses aspectos sempre fluíram melhor para mim no período noturno.

Sei que isso pode ser inviável para muitos que necessitam acordar muito cedo, mas se não for o seu caso vale experimentar.

“Uma hora a menos de sono por uma hora a mais de estudo”, principalmente se restarem poucas horas para dormir, é certamente uma troca que envolve bastante sacrifício.

Mas quem te disse que seria fácil?

Como diz um famoso ditado lá de fora, “No Pain, No Gain”. Traduzindo livremente, “sem dor não há ganho”.

E vale concluir lembrando que não só para o estudo de guitarra, mas para qualquer outro estudo, de qualquer assunto, as dicas acima podem se adequar.

Um ótimo aprendizado sempre e tudo de bom!

Sobre o autor

Alex se formou com “honors” (méritos) pelo renomado Musicians Institute da California (EUA) em 1992. Já teve milhares de alunos ao longo de mais de 25 anos ensinando música, e em 2008 fundou sua própria escola, a Música Moderna, hoje uma das mais importantes do RJ. É um dos músicos mais conceituados do Brasil, com uma carreira de sucesso que inclui 5 CDs e 3 DVDs lançados, inúmeras colaborações em revistas especializadas (incluindo matérias e fotos de capa), já acompanhou artistas por todo o país e tem apoio de grandes marcas de equipamentos como Tagima, NIG, Santo Angelo, Albion e Sergio Rosar. É autor de "Teoria e Harmonia em 11 Aulas", um curso online completo para alunos de todos os instrumentos do nível iniciante ao intermediário.

Receba material didático de Alex gratuitamente!